O uso da cinta pós cirúrgica é tão importante quanto o procedimento em si. 


A cinta é indispensável para a recuperação do paciente e o uso incorreto pode gerar diversas complicações. 


A cinta é uma malha elástica que possui diversos tamanhos e formatos. 


Por isso, cada paciente precisa consultar com o médico e experimentar qual é melhor para seu corpo. 


Neste post iremos falar para que serve a cinta, qual o tempo de uso dela após cirurgia e as consequências de não usar a peça após o procedimento. 

Os benefícios da utilização da cinta pós-cirúrgica lipoaspiração


Durante o procedimento o cirurgião retira uma grande quantidade de gordura da região que fica entre o músculo e a pele. 


Essa parte fica sem preenchimento e corre o risco de formar seroma, que é o acúmulo de líquido na região. 


A cinta neste caso auxilia a pele a se acomodar no novo espaço e evitar a exposição no novo espaço formado pela retirada de gordura. 


Além do mais, a cinta pós-cirúrgica traz maior segurança ao paciente pelo fato de a região estar muito sensível. 


Dessa forma, a pessoa fica mais tranquila ao realizar movimentos rotineiros, pois está protegido pela malha. 


O uso da cinta acelera a cicatrização dos tecidos, pois dá mais aderência à pele e evita que os pontos sejam rompidos. 


A cinta também ajuda na reabsorção de líquidos que aparecem na região e causam inchaço. 


Caso o paciente não utilize a cinta todos os dias, corre o risco de haver sangramentos na região, abertura dos pontos cirúrgicos, formação de seromas, flacidez, desconforto, etc. 

Tempo de uso da cinta 

A durabilidade do uso da cinta pós-cirúrgica vai depender muito de cada pessoa. 


Em média são no mínimo 30 dias usando a peça o durante todo o dia, tirando apenas para tomar banho e colocando logo em seguida. 


Lembrando que a higienização da peça é muito importante para não haver infecções na pele nem nos pontos. 


O ideal é ter duas unidades da cinta, para ir alternando a lavagem com sabão neutro. 

Não se esqueça! 

É fundamental fazer o acompanhamento correto com o médico cirurgião responsável. 


Cada organismo funciona de uma maneira e requer um determinado tempo de recuperação. 


O uso da cinta não pode ser negligenciado, mesmo que possa ser incômodo na maior parte do tempo. 


O não uso ou o uso incorreto da cinta pode prejudicar diretamente sua saúde e bem-estar. 


Cada processo é único e é primordial respeitá-lo e ter paciência! 


Você consegue ver todos os detalhes da cinta modeladora também no nosso site. Confira!