O Mito das Super Dietas na vida do Brasileiro



A busca pelo corpo perfeito é o desejo da maior parte dos brasileiros, atualmente,  cerca de 25,7% da população no país apresenta obesidade. Número que cresce exponencialmente a cada ano. O relatório de análise apresentado pelo Google em dezembro de 2020, mostra um aumento de mais de 70,3%, em relação aos últimos 5 anos, na busca de palavras chaves como “Emagrecer” e “Dietas” ambas no top 5 das mais pesquisadas no ranking geral  anual. 

Essa desenfreada procura na internet de como ficar com o corpo em forma de forma rápida sem conhecimento adequado e especialistas pode colocar em risco o tão sonhado objetivo de ter o corpo sarado, principalmente no verão.

Muitas pessoas recorrem a diferentes tipos de dietas no intuito de emagrecer, porém, muitas pecam na hora de escolher a dieta adequada às suas necessidades fisiológicas, colocando a sua saúde em risco sem saber. 

Atualmente a dieta que se destaca entre as principais influencers é a famosa “Dieta Low Carb” em que praticamente é cortada quase todas as fontes de carboidratos da nossa alimentação para favorecer o emagrecimento.

Inúmeras pessoas relatam perder peso com esse tipo de dieta, porém, mal sabem que estão apenas favorecendo a perda de água e massa muscular do seu corpo e não perdendo gordura. A perda de peso nesse tipo de caso é temporária e o efeito rebote é certo, ocasionando o ganho de peso que na maior parte é gordura.


“O ideal é evitar exageros e tentar prevenir o ganho de peso, mesmo no fim de ano. Quem resolve cortar tudo depois depois de exagerar, fica mais radical e com metas impossíveis” - Lilian Bazotti, 36 anos. 



  Lilian Bazotti da Silva, e o marido, Everton Rodrigo da Silva, 36 anos, após adotarem as orientações seguidas do Curso em Ebook Gratuito “A Dieta para Perder a Barriga” como estilo de vida. 


  Dietas restritivas podem comprometer a sua saúde imunológica causando: estresse, ganho de peso (Efeito Rebote), ansiedade, compulsão e até mesmo depressão. 


A temida gordura abdominal 


A procura por academias é intensa no verão, época de calor intenso, praias lotadas e hora de expor seu corpo nas praias, clubes ou qualquer outro lugar, afinal, ninguém consegue aguentar o calor intenso utilizando muitas roupas. 


É nesse período do ano que muitas pessoas olham para si mesma e não ficam contentes com o estado atual do seu corpo, a gordura abdominal é um mal que atinge a maioria da população. Poucos sabem, mas a gordura visceral pode causar problemas de saúde  tanto em pessoas que estão dentro do peso quanto em obesos. 


Como saber se você corre risco? Pegue uma fita métrica e passe ao redor da barriga, na altura do umbigo: homens com circunferência abdominal maior que 101,5 cm e mulheres com medida acima de 89 centímetros têm excesso de gordura abdominal, mesmo que o peso corporal seja considerável saudável, segundo o Journal Of The American Association.


O tecido adiposo acumulado na região abdominal prejudica a função de órgãos importantes como fígado, pâncreas e intestino. AVC, infarto, diabetes e pressão alta são alguns dos problemas de saúde gerados pela gordura visceral.


Adaptando uma dieta ao seu estilo de vida 


Mas afinal, como eu consigo perder essa gordura abdominal que só cresce há anos? A resposta é simples e objetiva: Evite dietas restritivas.

O relatório feito pelo Instituto Nacional da Saúde e Pesquisa Médica francês (Inserm) , baseado nas respostas de 105.711 pessoas questionadas mensalmente durante três anos, revelou que apesar de certos regimes restritivos, como a dieta Dukan, "terem um efeito espetacular em um primeiro momento, não são eficazes a longo prazo", explicou o coordenador do estudo, Serge Hercberg.


A gordura abdominal é resultado do sedentarismo, alimentação inadequada (Fast foods), maus hábitos e o consumo de bebida alcoólica Uma dieta adequada junto de exercícios físicos é a forma ideal para a manutenção do seu corpo. 


“Mas Dietas são muito caras e não cabe no meu bolso”


Essa é uma das principais desculpas dadas pelas pessoas nas cidades do país em que o índice de obesidade é elevado, essa pode ser pode ser a explicação plausível já que o  número de obesos no Brasil cresceu 67,8% nos últimos treze anos. 


Tudo não passa apenas de uma desculpa, profissionais da nutrição garantem que uma dieta alimentar não precisa envolver produtos de alto custo para ser saudável, para o nutricionista Gustavo Fogaça  ter hábitos alimentares saudáveis, sem gastar muito, é totalmente possível e requer apenas organização.


 “Caro é o que você paga pela praticidade e comodidade. A maioria das pessoas hoje não tem tempo suficiente para ir pra cozinha colocar a mão na massa e a praticidade tem um custo. Tudo que você embala, aumenta a validade, coloca em uma prateleira, custa mais caro e muitas pessoas estão mal acostumadas, querem uma alimentação que venha pronta na casa delas, mas isso sempre terá um custo. Talvez por isso que muitos consideram que é caro fazer dieta, onde na verdade não é, desde que você consiga preparar sua própria comida, se  organizar e ter tudo o que precisa em mãos na hora do preparo”., diz Gustavo Fogaça 


  Os Principais nutricionistas do Brasil garantem que SIM, é possível fazer uma dieta balanceada de acordo com as suas necessidades fisiológicas gastando bem pouco! Para quem busca emagrecer a parte quantitativa é muito importante, não importa se você está comendo alimentos saudáveis. O segredo está no déficit calórico, a conta é simples: Coma menos calorias do que ingere diariamente. 

  Uma Dieta bem executada e focada no emagrecimento não exige gastos exorbitantes como as dietas que os principais blogueiros e influencers indicam.


A importância dos exercícios na busca de um corpo saudável e em forma


  Conforme envelhecemos, ficamos mais cansados. Os hormônios fazem nosso metabolismo desacelerar e fica cada vez mais difícil manter o corpo em forma e sem a temida gordura abdominal. 

  As energias do seu corpo são todas depositadas na execução de atividades do trabalho, casa ou mesmo na criação dos filhos gerando muito estresse o tempo que sobra você acaba descansando e acha que ficou sem tempo para cuidar do corpo, não é mesmo?  

   Cuidado! Essa afirmação é extremamente perigosa! Não é falta de tempo, é falta de energia! 

  O estresse é muito prejudicial ao corpo humano, o Hormônio do Cortisol, causador do estresse, além de te deixar sem energia pode contribuir para o ganho de peso. O principal aliado no combate ao Cortisol é a atividade física regularmente 

A prática de atividades físicas aliado com uma dieta além de combater a gordura abdominal, libera moléculas de serotonina no seu corpo, moléculas responsáveis pela sensação de bem estar e felicidade.


Não faça dieta antes de ler este e-book exclusivo 

No Curso em Ebook gratuito “Tenha uma barriga chapada facilmente”  você descobrirá como perder gordura abdominal e conquistar a barriga sarada com orientações dos principais especialistas em todo mundo sobre: Exercícios, Dietas ideais, Riscos das dietas milagrosas, e como você vai perder a gordura abdominal.


Clique no botão e baixe agora mesmo o e-Book completo e gratuito  “Tenha uma barriga chapada facilmente” para mudança de hábitos e conquistar a tão sonhada barriga sarada. Baixe agora!